30 abril 2020

Cortando gastos durante a quarentena

Como todos sabem, estamos em lockdown na Irlanda, o que significa que só podemos sair quando é extremamente necessário, e fazer exercícios num raio de 2km das nossas casas.

Depois de 41 dias em casa, saindo apenas para comprar comida, estou impressionada com a quantidade de dinheiro que estou economizando. Cheguei à conclusão de que eu gastava com MUITA besteira, mas muita mesmo!

Abaixo alguns exemplos de gastos que eu tinha semanalmente:

- Dublin Bus
- Comer fora
- Comprar besteiras no Lidl todos os dias
- Ir na TkMaxx toda semana ver maquiagem e skincare
- Ir sempre na Penneys e acabar comprando alguma coisa que você não precisa
- Ir toda hora no Petshop ver alguma coisa nova pro meu gato
- Unha shellac a cada 2 semanas

Tirando o Dublin Bus que era necessário para o trabalho, o resto era totalmente supérfluo. Também o  pagamento do Cineworld Unlimited e a academia estão suspensos enquanto estiverem fechados.

Outra questão é que eu sempre estava com alguma viagem em planejamento, então sempre acabava comprando comprando alguma passagem ou reservando hotel, atrações, etc.

E você, quais gastos você tem economizado nessa quarentena?




Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Facebook: Tá na Europa
Instagram: @talitanossol
Twitter: @YoSoyTa_

:*

14 abril 2020

Renovando o Passaporte na embaixada brasileira em Dublin



Quem acompanha o blog desde o começo sabe que eu compartilhei todo o passo a passo do meu pré-intercâmbio, incluindo tirar o primeiro passaporte. Há 5 anos atrás a validade de passaporte brasileiro ainda era de 5 anos (hoje são 10), meu passaporte expiraria no dia 03/05/2020 e como ainda moro na Irlanda, tive que fazer a renovação por aqui mesmo.

RENOVANDO O PASSAPORTE PELO CORREIO:

A embaixada brasileira em Dublin oferece a opção de renovar o passaporte pelo correio. Para isso é necessário preencher o Formulário Eletrônico e reunir a documentação necessária:

- O Formulário Eletrônico
- Uma foto
- Passaporte anterior
- Comprovação de nacionalidade brasileira (original e cópia)
- Documento brasileiro de identificação (original e cópia), pode ser Identidade, CNH, etc.
- Certidão de quitação eleitoral (pode ser retirada online AQUI)
- Certidão de quitação com Serviço Militar (original e cópia), somente para sexo masculino.
- Comprovante de depósito ou transferência bancária no valor de €120. Todas as informações podem ser encontradas no site oficial da embaixada.
- Envelope NOVO auto endereçado no valor de €8,50.

Reunindo toda essa documentação, você pode enviar o envelope e esperar o retorno. O prazo de entrega é de 10 a 15 dias úteis, mas tenho um amigo que recebeu com apenas 4 dias.

Quando for preencher o formulário eletrônico, há a opção de fazer o upload dos documentos online. Minha mãe mandou fotos da certidão de nascimento e título de eleitor, já que o único documento original que tenho aqui comigo é a minha CNH.


RENOVANDO O PASSAPORTE PRESENCIALMENTE:

Então, reuni toda a documentação, tudo certo para enviar as coisas pelo correio e... CADÊ MEU PASSAPORTE ANTIGO? Não achei, perdi meu passaporte! Não sei como, quando, onde... mas o fato é que não achei. Se o passaporte for extraviado, não é possível fazer a renovação pelo correio, ela só pode ser presencial mediante a agendamento marcado no site da embaixada. Além da documentação citada acima, foi necessário fazer um Boletim de Ocorrência na Garda. Aqui no site oficial há todas as informações.

A pior parte de fazer presencialmente é o appointment, já que geralmente você só consegue 2 meses pra frente. Por exemplo, eu estava tentando marcar em fevereiro, mas só abriam datas para maio! Mas a minha dica é ficar entrando no site toda hora, pois há várias desistências, acabei conseguindo um agendamento para 12 de março.

Outra dica, NÃO esqueça de levar cópia dos documentos solicitados. No meu caso levei a CNH sem cópia e eles não fazem na hora, tive que sair e achar um lugar que fizesse a cópia para mim.

Se você quiser que o passaporte seja enviado pelo correio, é necessário levar junto o envelope novo com selo de €8,50. Também há a opção de buscar o passaporte na embaixada, mas só pode ser você, achei mais prático mandar pelo correio.

Na embaixada foi muito rápido, ela conferiu os documentos, eu paguei os €120 com cartão e estava liberada. Só demorou um pouco mais porque precisei trazer a cópia da CNH que estava faltando. Fiz o processo dia 12 de março e recebi o passaporte na minha casa no dia 24, demorou ao todo 12 dias.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: Se você perder seu passaporte, a renovação é feita apenas com 4 anos de validade. Conversei com a atendente e expliquei que o meu estava para vencer, que eu teria que renovar do mesmo jeito, mas ela disse que não tinha como. Quando recebi o passaporte em casa veio a surpresa: 10 anos de validade! Não sei se levei sorte ou se foram bonzinhos comigo :)

Lembrando que todas as informações estão no site oficial da Embaixada do Brasil em Dublin, confira AQUI.



Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Instagram: @talitanossol
Facebook: Tá na Europa
Twitter: @YoSoyTa_

:*




12 abril 2020

5 lugares inesquecíveis que conheci pelo mundo - parte 2

Em 2017 fiz um post sobre os 5 lugares inesquecíveis que conheci pelo mundo. Agora que conheci ao todo 21 países, resolvi listar mais lugares maravilhosos que visitei. Vem comigo!

1. Ilhas Baleares - Espanha

No verão de 2017 fiz uma viagem pela Espanha onde visitei Barcelona, Menorca, Maiorca, Ibiza de Madri. Nada me encantou mais que as Ilhas Baleares! Menorca e Maiorca são destinos paradisíacos, e Ibiza dispensa apresentações... as melhores festas do mundo! Já estava planejando outra viagem para Ibiza esse ano, que não vai rolar por conta do coronavirus, mas com certeza está na minha lista de prioridades, não vejo a hora de voltar.

2. Nice - França


Já fui duas vezes para Nice e me sinto em outro planeta. É tudo maravilho... a praia, a arquitetura, a comida... só o preço que é meio salgado.

3. Algarve - Portugal 


A região do Algarve em Portugal é um caso a parte, as praias são maravilhosas cheia de rochas e cavernas, além de ser tudo muito barato comparado aos outros destinos que já fui. O único ponto negativo é a água, que é congelante, mas as paisagens compensam qualquer coisa.

4. Viena - Áustria

Viena é uma cidade que eu fiquei com vontade de morar. Achei tudo muito moderno, charmoso e a comida maravilhosa. Mas estava muito frio e tínhamos que achar um lugar para entrar toda hora para nos esquentarmos, mesmo assim valeu muito a pena!

5. Escolmo - Suécia

Fiquei apenas 2 dias em Estocolmo, mas foi o suficiente para me apaixonar pela cidade. Nunca vi tanta gente linda na minha vida, e a cidade super moderna. Passamos muito frio, mas um ótimo destino para o inverno.

Clique AQUI para conferir a parte 1 dos lugares inesquecíveis que já conheci.



Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Facebook: Tá na Europa
Twitter: @YoSoyTa_
Instagram: @talitanossol

:*

09 abril 2020

Coronavirus: como o Covid-19 mudou a minha vida de uma hora pra outra



Acredito que todos estamos cientes dos impactos do coronavirus no mundo, nossa geração nunca viveu nada parecido com essa pandemia. E veio também para mostrar que não temos controle sobre nada nas nossas vidas.

Não vou entrar no mérito de quantas pessoas morreram, do alto grau de contágio, até porque acredito que essas informações devam ser buscadas em fontes oficiais da Organização Mundial de Saúde e também dos Governos de cada país.

Minha vida estava ótima e eu estava fazendo vários planos para o futuro. Em outubro consegui um emprego na área de exportação aqui em Dublin com contrato temporário de 12 meses, estava muito feliz e minha supervisora já havia me dito que eles iam me dar um contrato permanente assim que fosse possível. Também havia solicitado férias para ir para o Brasil em maio, não só foram aprovadas como eu poderia levar o laptop da empresa e trabalhar "home office" do Brasil por 1 semana. Mas aí veio o coronavirus e mudou tudo...

Entramos em quarentena e passamos a trabalhar de casa desde 14 de março, a demanda de trabalho diminuiu por conta do coronavirus, porém achei que seria passageiro e jamais imaginei que eu poderia ser afetada. Trabalhava para uma multinacional americana, e eles simplesmente mandaram um email ordenando o cancelamento de todos os contratos temporários do mundo todo, sem exceções.

Então eu que estava com vários planos e super segura na minha posição, dancei... assim como vários colegas de trabalho. Foi um choque e não consigo nem explicar o que senti quando recebi a minha "ligação premiada" de que meu contrato seria cancelado. Entrei em desespero e pensei que iria ter que largar tudo e voltar pro Brasil.

Passado o susto, agora entendo que sou muito abençoada por estar com saúde e em casa. A questão financeira a gente corre atrás né? O governo está dando um ótimo auxílio de 350 euros por semana para quem foi afetado pelo Covid-19, já apliquei e recebi a primeira parcela.

Como somos tão pequenos e não temos controle de nada? Em poucos meses um vírus levou a vida de várias pessoas e mudou a de tantas outras. A mensagem que eu gostaria de passar com esse post é que não importa os prejuízos financeiros, O QUE IMPORTA É TER SAÚDE! Tempos difíceis virão, mas a economia vai se recuperar e as pessoas irão se reerguer, porém as vidas perdidas não poderão ser recuperadas... por isso, FIQUE EM CASA (se puder, é claro). Quanto antes as pessoas respeitarem a quarentena, antes nossas vidas voltarão ao normal.

No mais, estarei aqui em casa fazendo a minha parte, e pronta para reconstruir a minha vida quando tudo isso passar...




Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Facebook: Tá na Europa
Instagram: @talitanossol
Twitter: @YoSoyTa_

:*



18 janeiro 2020

Adotando um gatinho em Dublin

Quem me acompanha no instagram deve ter visto que eu adotei um gatinho há 4 meses. Mas senta que lá vem história de lá pra cá, uma novela!



Eu moro em uma casa com mais 4 pessoas: 2 italianas, 1 espanhol e 1 argentino. Todos concordaram em adotar o gatinho, mas ele seria meu e da outra flatmate italiana. Dividimos os custos e nos propusemos a limpar tudo e cuidar dele.

Mas aí começou: ela só queria se fosse pequeno, bem filhote mesmo, e toda opção que eu mandava pra ela, ela ´sentia que não era aquele´ e sabe, pra mim adotar é um ato de amor, não pode ficar escolhendo!

Entrei em contato com algumas ONGs aqui de Dublin que resgatam os gatinhos das ruas e vou falar, achei que seria um processo mais fácil. Algumas são bem burocráticas e demora um pouco. Pensei que era só entrar em contato e buscar o gato, e não é bem assim. Teve uma que pediu até um documento do Landlord dizendo que estaria de acordo em temos pets em casa; e o nosso é um zero a esquerda, não liga de termos aqui desde que não o incomodemos.

Até que com a Phibsboro Cat Rescue deu certo, marcamos uma visita com uma das voluntárias para fazer o home check e nos mostrar os gatinhos que eles tinham disponíveis para adoção. A maioria dessas ONGs dá uma checada nas casas pra ver se as pessoas têm condições de cuidar dos gatinhos e se as casas são apropriadas. Depende o gatinho, não pode ter acesso direto às ruas, ou não pode ter crianças... eu não sei bem ao certo qual é o critério, mas a moça que veio aqui em casa só checou a nossa área externa e ficou na nossa sala, achei que ela ia checar a casa toda! rs

Então ela mostrou no computador os gatinhos que eles tinham disponíveis para adoção, esses gatinhos geralmente ficam em foster homes depois que são resgatados, até serem adotados. Acabamos escolhendo o Tiger, que inicialmente foi batizado como Tiogar, que é Tiger em gaélico... só deixamos pro inglês mesmo.

Mas ele ainda era muito novinho, não tinha nem 3 meses ainda e a maioria das ONGs daqui só colocam os gatinhos para adoção depois de 12 semanas, teríamos que esperar algumas semanas para buscá-lo porque ele ainda ´não estava pronto´. E demorou mais que isso... porque ele era muito assustado, não deixava ninguém encostar nele e vivia se escondendo. A voluntária só dizia pra gente que ele não estava pronto e eu implorei pra ela para buscarmos e tentarmos amansá-lo aqui em casa, depois de muita insistência ela deixou.


Numa quarta-feira a noite, 18 de setembro de 2019, fui buscá-lo na Foster Home. Ele não deixava ninguém pegá-lo no colo, mas comia na nossa mão. Era MUITO assustado, depois eu entendi porque a voluntária falava que ele não estava pronto, mas achei que essa demora só foi pior pra ele, pois o quanto antes ele se acostumasse com sua casa definitiva, melhor.

Não foi um processo fácil, era difícil até fazer carinho nele no começo de tanto medo que ele tinha. Não gosto nem de pensar o que ele pode ter passado nas ruas. E bem... lembram da minha flatmate que adotou o gato comigo? Acho que ela queria um gatinho lindo pra pular no colo dela e postar no instagram e não foi isso que aconteceu. Ele precisava ser domado e acredito que ela não estava muito disposta a isso. No início ele ficava na sala, mas tinha muito barulho por causa da rua e acho que ele ficava muito estressado, só se escondia. Até que decidi trazê-lo pro meu quarto e... nada de se esconder! Ele ficou muito mais confortável.

Eu já vinha notando que várias vezes a sala estava do jeito que eu tinha deixado, ou seja, ela já não estava me ajudando a cuidar dele. Ela me disse que estava difícil por causa do trabalho e um curso que estava fazendo, que isso não era desculpa e ia se esforçar mais, teve uma vez que ela até ficou com ele no quarto dela. Depois que vimos que ele odiava a sala, concordamos que ele ficaria no meu quarto, mas que ela teria a liberdade de vir ficar com ele ou pegá-lo a hora que quisesse. E que depois que o curso que ela estava fazendo terminasse, ela ficaria mais com ele.


Em novembro meus pais vieram me visitar e fui encontrá-los em Paris, seriam 5 dias que ela teria que cuidar dele sozinha. Uma ótima oportunidade pra ela ficar mais com ele e conquistá-lo, certo? Errado, cheguei em uma segunda de madrugada e ele estava sem comida, assustadíssimo escondido (o que não vinha acontecendo mais) e a caixa de areia dele tava tão cheia que eu calculei que estava mais de 2 dias sem ninguém limpar. Eu chorei, chorei, chorei de ódio porque mano, você pode fazer algo conta mim mas NÃO CONTRA O MEU GATO! Quem tem coragem de deixar uma coisa linda dessas sem comida! Foi a gota d´água, ai depois de eu confrontá-la ela disse que chegou à conclusão de que ela não era a pessoa certa pra cuidar dele. Sério? Se tava sem tempo por que não me mandou uma mensagem? Eu tinha pedido para outra pessoa ficar com ele! Não consigo nem descrever o tamanho do meu ódio com toda essa situação.

Bem, agora o gato é só meu. O que pra mim é ótimo e o que faz muito sentido toda a burocracia que tem antes de adotar. UM PET NÃO É SÓ PRA POSTAR FOTO BONITA NO INSTAGRAM! Tem que cuidar, limpar, dar amor... e se você não cuidar dele, ele morre! Gato caga fedido, espalha areia pela casa inteira... mas ele é tão carinhoso, tão companheiro, tão lindo! Mas você precisa pensar em todas as possibilidades antes de tomar a decisão de adotar um pet. Não tem tempo de cuidar? Não adote!

Adotar o Tiger foi a melhor coisa que me aconteceu. Hoje me sinto mesmo em casa e ele é o melhor companheiro que eu poderia ter! Estou tão feliz e realizada e agora mesmo estou escrevendo esse texto e ele está aqui deitado do meu ladinho.







Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Facebook: Tá na Europa
Twitter: @YoSoyTa_
Instagram: @talitanossol

:*




11 janeiro 2020

Formatura MA Dispute Resolution - Independent College

Vamos fingir que eu não abandonei o blog no ano de 2019, ok? Minha vida se tornou uma loucura, mas isso é assunto pra outro post.


No dia 29 de novembro de 2019 eu finalmente formei! Formatura de colar o grau, com beca e tudo bonitinho como no Brasil.

A formatura da minha turma de MA em Dispute Resolution foi junto com a outra turma que estava se formando em outubro, e também com as outras turmas de Business da Independent College. O local foi a St. Ann´s Church na Dawson Street em Dublin 2, foi em uma sexta-feira às 15h.

O aluguel da beca custou €35,00 e eu achei uma pequena fortuna, nem peguei as fotos profissionais porque achei que seria nesse valor e não acho que valeria a pena. Pegamos a beca no mesmo local antes da cerimônia mesmo.

A colação em si é muito mais simples que no Brasil, sem aqueles discursos intermináveis. Mesmo com várias turmas acabou durando em torno de 1 hora.

Mas a melhor parte da minha formatura foi que A MINHA FAMÍLIA VEIO DO BRASIL! Sério, não consigo descrever a minha felicidade de tê-los aqui em um momento tão especial. Depois de quase 4 anos e meio morando aqui, foi a primeira vez que eles vieram me visitar, e por uma ocasião muito especial!

Não tenho muitos detalhes para dar sobre a formatura. Foi uma celebração simples e pra ser sincera, achei muito melhor assim! O que achei mais diferente foi que a beca é aberta na frente, então tivemos que escolher uma roupa que desse pra aparecer por baixo.

Não teve festa. Tinha uma recepção no Sams Bar organizada pela faculdade onde não precisamos pagar nada e haveriam finger foods pra gente. Mas chegamos lá e estava uma bagunça: não tinha mesa reservada pra gente, não tinha espaço pra reservado pro pessoal na formatura, ficamos lá no meio do pub sem saber o que fazer e nada da comida. Decidimos ir pra Diceys (HAHAHA), um tempão depois minha amiga me mandou uma mensagem falando que a comida tinha chegado, achei essa parte bem desorganizada. Minha dica para quem vai ser formar com eles é reservar um pub ou restaurante pra você e não depender dessa recepção da faculdade.







Prometo que não vou deixar o blog mais tão abandonado em 2020. Tenho muitas novidades e vou atualizar vocês nos próximos posts de como anda a minha vida por aqui.

Para acompanhar meu dia a dia em Dublin, siga-me nas Redes Sociais:

Facebook: Tá na Europa
Instagram: @talitanossol
Twitter: @YoSoyTa_

:*